Notícias atualize-se e recomende!

CBM-PE » Confirmado concurso para 500 vagas de soldado 16/08/2012

Em 2013, o maior concurso para a área da Defesa Social de Pernambuco deve ser para o Corpo de Bombeiros Militar (CBM-PE). A Secretaria planeja divulgar no próximo mês de janeiro, o edital para seleção de 500 novos soldados (nível médio). O cargo oferece atualmente, vencimentos de R$2.276,40.



Na seleção realizada em 2006 para o cargo de soldado, o CBM-PE buscou 250 profissionais de nível médio completo e o concurso foi organizado pelo Instituto de Planejamento e Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico e Científico (Ipad), em conjunto com a própria corporação. Na ocasião, os candidatos foram submetidos a exame intelectual, teste de aptidão física, exame psicológico, médico, investigação social e curso de formação.



A primeira etapa foi eliminatória e classificatória, diferente das demais, que tiveram somente fins eliminatórios. A prova intelectual apresentou 60 questões objetivas. Foram 20 de Língua Portuguesa, dez de Matemática, dez de História, dez de Geografia e dez sobre Noções de Direitos e Garantias Fundamentais. Cada candidato teve quatro horas para realizar a avaliação.



Passada a fase inicial, os aprovados foram convocados para o teste físico. Ele foi composto por uma prova de 50 metros rasos, flexão de braços na barra fixa para homens e no solo para mulheres, natação em piscina de 25 metros, flexão de abdômen e corrida de 2.400 metros. Os índices tiveram diferenciação de acordo com o gênero. As provas aconteceram em dois dias consecutivos. Todos os participantes foram obrigados a apresentar atestado médico recente, habilitando-os a realizar tais exercícios.



O exame psicológico, consistiu em uma bateria de testes de individualidade, inventários de personalidade, questionários, entrevista e dinâmica de grupo. A avaliação médica foi de responsabilidade particular dos candidatos, que apresentaram os resultados à corporação para análise interna. Por último, a investigação social teve o objetivo de verificar a conduta ética do candidato.






Fonte: Folha Dirigida