Notícias atualize-se e recomende!

INSS » Anúncio do governo acena para novo concurso de analista 03/09/2012

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse que há previsão orçamentária para em 2013 ser realizado um novo concurso público para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em que seriam contratados 2.300 profissionais. Sem mais detalhes, a informação foi dada em entrevista coletiva, na tarde da última quinta-feira, dia 30, por ocasião da apresentação do Projeto de Lei Orçamentária Anual do próximo ano. Como o INSS tem em validade até abril de 2013 concurso de técnico e perito médico, que ainda poderá ser prorrogado por mais um ano, existe a possibilidade de que a próxima seleção seja para analista do seguro social, cargo de nível superior, com vencimentos de R$5.842.


 


Mauro Luciano Hauschild, presidente do instituto, disse que pretendia fazer um concurso para a função em 2012. A intenção era a de oferecer 2 mil vagas. O INSS não informou se o concurso mencionado pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, será mesmo o de analista. A Assessoria de Imprensa do instituto se limitou a alegar que "anúncios feitos pela ministra deverão ser tratados com a assessora da mesma." O Planejamento ainda não esclareceu a dúvida.


 


Novos concursos - Quem almeja ser servidor do INSS poderá ter boas oportunidades nos próximos anos. O INSS tem empreendido um reforço para recompor a força de trabalho. No momento, o Planejamento já analisa a recomposição do quadro permanente de pessoal do instituto no período de 2012 a 2015. Atualmente, o INSS possui 16.314 cargos vagos, sendo 12.073 na carreira de técnico do seguro social; 3.060 na de analista do seguro social e de 1.181 na de perito médico previdenciário.


 


O pedido foi feito porque já é preciso olha para o futuro. A autarquia não quer cometer o mesmo equívoco do passado de ficar sem realizar concursos públicos por décadas, o que acabou por desmantelar a sua estrutura. O INSS, além de extinguir os cargos vagos, deve seriamente lutar para ampliar o números de servidores a serviço da população. No Censo de 2010, o Brasil contabilizou 18 milhões de cidadãos acima dos 60 anos de idade, o que já representa 12% da população. Dez anos antes, o número de idosos era de 14,5 milhões (8% dos brasileiros).


 


Pela primeira vez na histórica recente do país, a maior parcela da população é predominantemente adulta e em idade ativa - um em cada cinco brasileiros tem entre 20 e 29 anos de idade. Contudo, esse quadro em duas décadas será alterado, devido ao envelhecimento dos jovens da atualidade e ao aumento da expectativa de vida, que hoje já é de 73 anos. Estima-se que nos próximos 30 anos o Brasil terá 30 milhões de idosos, que dependerão dos serviços previdenciários.


 


Mais aprovados poderão tomar posse - O INSS também já solicitou ao Planejamento a posse de 50% a mais de aprovados do seu último concurso. Com isso, mais 750 técnicos e 188 peritos poderiam ser nomeados, conforme determina o Decreto nº 6.944/2009. Das 1.875 vagas oferecidas nessa seleção, já foram preenchidas as 1.500 de técnico e 250 de perito. Nessa última função, o INSS prevê a convocação dos últimos 100 aprovados em outubro. Recentemente, a comissão dos excedentes do concurso tinha reunião agendada com o secretário-executivo da Previdência Social, Carlos Gabas, que acabou não sendo realizada.


 


 


Fonte: Folha Dirigida