Concurso PC-RN: Governo do RN trabalha com possibilidade de triplicar convocações 22/06/2021

Trabalhando com um efetivo 75% abaixo do previsto em lei, a Polícia Civil do Rio Grande do Norte, se vê na possibilidade de perder ainda mais profissionais da área investigativa nos próximos anos, mesmo na iminência da realização do primeiro concurso público desde 2008. Entre os 1.298 delegados, escrivães e agentes que compõem o atual quadro, 135 deles já estão aptos a aposentadoria e outros 112 ficarão aptos a solicitar a passagem para inatividade em três anos. O concurso com provas marcadas para o começo de julho tem 301 vagas no edital, mas o Governo do RN já trabalha com a possibilidade de convocar um número maior de aprovados. Aliado a isso, estão em discussões finais os detalhes para decretar a lei que irá reorganizar a estrutura da Polícia Civil do RN, com criação de novas delegacias regionais e distritais em todo o Estado. Para sair do papel, no entanto, são necessários mais policiais nas unidades.

A prerrogativa para convocar mais policiais do que o número de vagas previsto no concurso está prevista na Lei Complementar N° 673/2020. “Serão convocados para participar do Curso de Formação Profissional Policial, quinta etapa do certame, até três vezes o número de vagas constante do edital do concurso público deflagrado”, diz trecho da lei sancionada pela governadora Fátima Bezerra.

“A nossa pretensão, conforme a recuperação fiscal do Estado, é que vão haver formações para cumprir aquilo que determina a lei além das vagas, para termos um cadastro de reserva. A Lei de Responsabilidade Fiscal resguarda a segurança pública dada a essencialidade à natureza da atividade”, diz à TRIBUNA DO NORTE a delegada geral de Polícia Civil do RN, Ana Cláudia Saraiva.


fonte: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/concurso-da-pola-cia-civil-pode-triplicar-convocaa-a-es/513425

Nós usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.