REDAÇÃO OFICIAL: DICAS RÁPIDAS

REDAÇÃO OFICIAL: DICAS RÁPIDAS

Postado em 10/10/2019

O tipo de redação mais exigido em concursos públicos é dissertativo, que avalia habilidades do candidato como escrita, abordagem do conteúdo e adequação ao tema. Esta modalidade leva o autor a apresentar um raciocínio de acordo com o tema sugerido, além da discussão de argumentos e defesa de um ponto vista. Embora mais frequente, outros tipos de redação também são exigidos, sendo importante conhecê-los, como, por exemplo, a Redação Oficial. 


De acordo com o Manual de Redação da Presidência da República, a redação oficial se trata da: “[...] maneira pelo qual o Poder Executivo redige atos normativos e comunicações [...]. Neste caso, é uma redação que possui regulamento, cuja aplicação serve para nortear a elaboração do texto e trata-la do ponto de vista do Poder Executivo. 


São quatro princípios que regem a Redação Oficial:  

    • Formalidade: Visa padronizar a comunicação, incluindo o uso de pronomes de tratamento;  
    • Impessoalidade: O texto deve ser isento de interferência da individualidade. No que se refere às comunicações oficiais, por exemplo, a ausência de impressões individuais de quem comunica, a impessoalidade de quem recebe a comunicação e o caráter impessoal do próprio assunto tratado são exigidos;  
    • Nível de linguagem: Requer o uso padrão da língua com o emprego das regras de gramática formal e uso de vocabulário comum ao conjunto dos usuários do idioma;  
    • Concisão: O texto deve transmitir o máximo de informações com o mínimo de palavras. 


Também há alguns tipos de documentos oficiais, como: 


    • Mensagem: é o instrumento de comunicação oficial entre os Chefes dos Poderes Públicos, notadamente as mensagens enviadas pelo Chefe do Poder Executivo ao Poder Legislativo para informar sobre fato da administração pública 
    • Correio eletrônico (e-mail): pode ser considerado um documento oficial, assim como o ofício. Portanto, deve-se evitar o uso de linguagem incompatível com uma comunicação oficial. Como endereço eletrônico utilizado pelos servidores públicos, o e-mail deve ser oficial, utilizando-se a extensão ".gov.br”, por exemplo. 


 Tipos de documentos da correspondência oficial:  


  


Os comunicados oficiais trazem reduções e abreviações, desde que suas regras básicas sejam:

  

    • Abreviaturas: seu uso exige a escrita da primeira sílaba e da primeira letra da segunda sílaba seguida de ponto. A abreviatura deve ter sempre metade da palavra original. Se não for possível, é preferível escrever por inteiro;  
    • Siglas: seu uso exige que sejam escritas em letras maiúsculas, caso tenham três letras ou todas forem pronunciadas. No primeiro uso da sigla no texto é recomendável explicar entre parênteses;  
    • Símbolos: são reduções conhecidas internacionalmente que devem ser escritas com letra minúscula, sem ponto, no singular. No caso de símbolos químicos, estes devem ser escritos com letras maiúsculas sem ponto.  


Quanto aos expedientes, há dois tipos que se diferenciam pela finalidade: o ofício e o memorando, abaixo descritos. Nos dois adota-se uma diagramação única. 


    • Ofício  

É a comunicação que é expedida exclusivamente para tratar assuntos oficiais entre órgãos da Administração Pública ou a particulares. Quanto à sua forma, o ofício segue o modelo do padrão ofício, com acréscimo do vocativo, que invoca o destinatário, seguido de vírgula.  


    • Memorando  

É a modalidade de comunicação entre unidades administrativas de um mesmo órgão, que podem estar hierarquicamente em mesmo nível ou em níveis diferentes. Sua característica principal é a agilidade. A tramitação do memorando em qualquer órgão deve pautar-se pela rapidez e pela simplicidade de procedimentos burocráticos. Para evitar aumento desnecessário do número de comunicações, os despachos ao memorando devem ser dados no próprio documento e, no caso de falta de espaço, em folha de continuação.  


As informações supracitadas são oriundas do Manual de Redação da Presidência da República e têm por finalidade padronizar a elaboração de redação oficial por meio de dicas rápidas. Além disso, para você que está se preparando para concurso e deseja materiais completos para potencializar sua produção de textos, temos disponíveis o Curso Base de Redação Oficial e o Curso Base de Português + Redação Oficial. Estamos à disposição para ajudá-lo a garantir a aprovação independente do texto exigido. Conte conosco! 

 




Nós usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.